Artificial Biology: The Evolution of Artificial Intelligence (Portuguese Edition) por Rogério Figurelli

Titulo del libro: Artificial Biology: The Evolution of Artificial Intelligence (Portuguese Edition)

Autor: Rogério Figurelli

Fecha de lanzamiento: July 21, 2017

Editor: Trajecta

Descargue o lea el libro de Artificial Biology: The Evolution of Artificial Intelligence (Portuguese Edition) de Rogério Figurelli en formato PDF y EPUB. Aquí puedes descargar cualquier libro en formato PDF o Epub gratis. Use el botón disponible en esta página para descargar o leer libros en línea.

Artificial Biology: The Evolution of Artificial Intelligence (Portuguese Edition) por Rogério Figurelli

Rogério Figurelli con Artificial Biology: The Evolution of Artificial Intelligence (Portuguese Edition)

O pensamento humano ainda é o fator decisivo nos mercados, nos mais variados processos de tomada de decisão.
Porém, esse pensamento passa a dividir e competir cada vez mais com o a inteligência artificial das máquinas criadas pelos humanos para apoiar ou até mesmo substituir muitos de seus processos cognitivos.
Então, só resta a nós, humanos, evoluirmos em sabedoria, para sobrevivermos.
Assim como o aprendizado de máquina, ou machine learning, abre as portas para a evolução da inteligência artificial, a evolução da ciência e computação cognitiva abre as portas para uma ciência ainda mais evoluída: a Biologia Artificial.
Uma ciência composta por um ecossistema onde o pensamento artificial é a realidade e apenas mais um elemento de um grande ecossistema de seres simulados e criados a partir dos computadores, imitando a natureza de forma artificial, mas com resultados cada vez mais eficientes no mundo real.
Uma característica da Biologia Artificial, como proponho nesse livro, é a independência e autonomia de evolução dos modelos nas mais variadas hierarquias.
Por exemplo, robôs descobrem novos medicamentos e testam eles em populações virtuais, que automaticamente são selecionadas para testes reais. Ou ainda, outros robôs descobrem novas estratégias e testam elas em mercados virtuais, que automaticamente são selecionadas para testes reais.
E nos ecossistemas de Biologia Artificial, a inteligência real e artificial se mistura e se confunde, sem regras ou limites de interação, baseados, evidentemente, apenas em princípios morais e éticos, e as leis que determinam as regras de condutas de seres vivos artificiais.
Mais ainda, as capacidades cognitivas são cada vez mais ferramentas operacionais coletivas, assumindo níveis de consciência cada vez mais sociais e elevadas, com responsabilidade em relação à evolução das espécies, de forma planejada e inteligente.
E, como substrato da vida artificial, na Biologia Artificial, o mais relevante é que as decisões baseadas apenas no indivíduo competem com as decisões baseadas no coletivo, sempre focadas na evolução dos ecossistemas virtuais e reais.
Além disso, inteligência e sabedoria passam a competir em ecossistemas virtuais e artificiais, sempre com validação de resultados no mundo real.
E, ainda mais que a inteligência artificial, a sabedoria artificial será cada vez mais fundamental para a construção e testes de modelos baseados em seres que imitam e simulam a própria natureza, e sua evolução.